sexta-feira, 24 de junho de 2011

Eis que surge o inicio, o meio quem sabe... e o fim? será que se justifica?

Não há mais razão para tentar compreender que o ser humano é capaz de pensar em algo totalmente abstrato a ponto de que o corpo responda a movimentos totalmente subconscientes.
Qual será a teoria do caos que explica essa mente que sobrevive na obrigação de exprimir, experimentar, espremer, suprir, subir, vencer, cair, morte!

Onde mais o mundo de hoje pode explicar que realmente está perdido?

Ode ao mundo moderno!

- Alo? Quem é?
- É da pizzaria, vocês estão afim de uma pizza?
- Depende, que sabor?
- Ai quem me diz são vocês...
- Vai, me vê cinco pizzas de mussarela com inhame.
- INHAME? mas que afronta...
- Nunca pediram inhame?
- Há... entendi sexo...
- Porque raios alguém pediria uma pizza de mussarela com sexo?
- Vai saber, quem sabe um tarado por laticínios...
- Tá.. tá... tudo bem... mas, como que você entendeu sexo, quando eu disse INHAME?
- Minha audição não é das melhores, desculpe...
- Okay... okay... traga as pizzas então...
- Sim senhor. São 30 reais cada pizza...
- 30 mangos cada uma? Você é louco?
- Hãm? Nem cobrei pelo sexo...
- Mas eu não pedi sexo...
- Tá... mas nem um pouquinho? Para dar uma apimentada?
- Humm... okay... pode ser. Ela faz strip?
- Sim, muito bem...
- Okay... manda! (do outro lado podia se ouvir os gritos e palavras de alegria)
- Mais uma coisa... posso colocar o serviço da limousine incluso?
- Limousine?!!!
- Sim, ela vai de limousine.
- Ai ai... quanto vai sair essa brincadeira?
- 400 mangos.
- Perai.

Ouvia-se as palavras em burburinho do pessoal, fazendo a divisão do valor.. a dita raxa.

- okay, manda tudo...
- Pizza, putinha e limousine.
- 5 pizzas, 5 putinhas e 5 limousines?
- NÃO... você quer me foder?
- Calma senhor.. estou mandando putinhas fêmeas, as machos são mais baratos se for do seu agrado.
- CREDO! manda uma femea, com 5 pizzas e a tal limousine.
- São 600 mangos.
- Você havia dito 400...
- Há, desculpe, conta errada.
- Sei.
- Estou mandando então, abraços...
- Abraços... hey, não quer meu endereço?
- Não precisa, acha que eu peguei seu numero onde?
- Há, desculpe...
- Tudo bem... 30 minutos estará desfrutando da melhor pizza da cidade.
- Assim espero, 400 mangos né!
- Sim sim.
- Tudo bem, fico no aguardo.
- Okay, abraços.
- Abraço, tenha uma ótima noite.
- Você também.

Ao fim todos mais aguardavam a putinha, que pizza de mussarela o que... né?

Um comentário:

anti eu mesma ana-tômica disse...

Dan, incrível esse texto, entre o sensível e o insensível, o humor rindo do que é mais trágico em nós. Bem escrito, algumas vírgulas deslocadas, mas poxa, não tem o que mudar, é ótimo! Parabéns moço!